Plantão Policial

Emater Rondônia encerra atividades de 2021 mais moderna e reestruturada para fortalecer atendimento


Cumprindo a meta de transformar a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) em uma instituição de prestação de serviços de qualidade e referência no país, o Governo de Rondônia investiu em diversas frentes para reestruturar e implementar ações estratégicas de desenvolvimento com o objetivo de melhorar a prestação de serviços de Assistência Técnica (Ater) no campo. 

As expectativas foram superadas e as metas estabelecidas no Plano Estratégico para a Assistência Técnica e Extensão Rural foram atingidas. O resultado é uma entidade fortalecida, mais moderna e reestruturada, para melhor atender aos anseios de quem trabalha na agricultura familiar.

Investimentos na parte física da autarquia, formação de pessoal e inserção de tecnologia, contribuíram para promover as mudanças que a atual conjuntura exigia. A confiança do Governo e o apoio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) foram de extrema importância para que essa mudança acontecesse.

A modernização e a eficiência nos serviços de Ater prestados à comunidade rural foram discutidas já em 2019, quando foi lançada a proposta do Governo de Rondônia para uma nova Emater. De lá para cá muito se trabalhou na busca de mais condições para que os extensionistas pudessem levar aos agricultores familiares as tecnologias e orientações necessárias para o desenvolvimento de suas propriedades e, para isso, era preciso ter uma Emater mais forte e eficiente.

A primeira iniciativa, ainda em 2019, foi investir na capacitação dos colaboradores. Técnicos e administrativos das 85 unidades operacionais do estado passaram por treinamento com palestras motivacionais e valorização humana. A ideia era “recarregar” as energias da equipe para uma nova proposta de trabalho que viria a seguir.

A reestruturação passou também pelo remanejamento de colaboradores, desafogando escritórios que contavam com excedente de empregados e estruturando os recursos humanos de locais onde havia baixa demanda de profissionais. Com essa nova gestão, a Emater começou a dar celeridade ao processo de modernização e eficiência no atendimento ao produtor rural.

Uma dessas melhorias foi o investimento em equipamentos de informática e na renovação da frota de veículos utilizados pelos extensionistas no trabalho de campo, que se encontravam obsoletos e em desacordo com a demanda exigida. Com apoio do Executivo Estadual, emendas parlamentares e recursos próprios foram adquiridos novos veículos, computadores, impressoras e tablets, dando mais agilidade à execução do trabalho e ao cumprimento das metas de Ater, além da implantação de laboratórios móveis, com aquisição de três furgões para atender o programa de piscicultura, caminhão baú para transporte de materiais da Emater-RO e caminhão criogênico para o desenvolvimento e melhoramento genético da pecuária leiteira de Rondônia.

A inserção tecnológica foi outro fator importante para modernização dos sistemas de atendimento ao público beneficiário. A implementação do sistema de gerenciamento de Ater, o Sigater, trouxe mais eficiência na atualização das informações prestadas, com o extensionista podendo inserir as informações colhidas na propriedade em tempo real e, de posse de um tablet ou smartphone e uma impressora portátil, imprimir e já deixar as recomendações para o produtor.

Embora sofresse as consequências da pandemia do coronavírus que assolou o país, a Emater encontrou um novo caminho e acelerou o processo de capacitação em massa, por meio de um canal virtual, garantindo a continuidade do processo de modernização e reestruturação que vinha trabalhando até então. A plataforma de Capacitação e Serviços de Ater (Capes) acelerou a formação técnica de extensionistas e agricultores que puderam participar, ativamente, de forma on-line, dos cursos oferecidos pela autarquia.

O aplicativo “Minha Emater-RO” trouxe mais proximidade entre extensionistas e o público assistido no meio rural. A plataforma também contribuiu para facilitar o acesso na identificação das propriedade, nas informações e nos programas de políticas públicas voltados para o desenvolvimento do Estado, além de o agricultor poder conversar diretamente com seu técnico ou agendar uma visita, entre tantas outras funcionalidades, agilizou muito o atendimento às famílias, dando uma nova cara de modernidade para a autarquia.

Com apoio do Governo do Estado, a Emater-RO investiu na reforma e reestruturação de suas unidades operacionais.

Escritórios foram reformados e renovados em suas estruturas elétricas, receberam equipamentos e utensílios, como bebedouros, aparelhos de ar-condicionado, kit campo e kit copa escritório para melhor atender às metodologias aplicadas no campo. Somente na aquisição desses equipamentos foram investidos 17 milhões de reais, sendo R$ 585.386,52 na aquisição de 211 aparelhos de ar-condicionado, R$ 2.271.961,46 em 721 equipamentos de informática, entre tablets, computadores e impressoras; e R$ 14.209.909,36 em 483 equipamentos para implemento agrícola, além de veículos e outras ações que resultaram em uma Emater mais presente, moderna e reestruturada, que, junto com a família rural, está fazendo a diferença no campo.


Texto: Wania Ressutti
Fotos: Irene Mendes, Rayne Andrade e Matheus Folador
Secom - Governo de Rondônia


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial