Sejus suspende visitas em penitenciárias após surto de Covid e Influenza entre servidores e detentos, em RO

 


As visitas sociais e conjugais em penitenciárias de Rondônia serão suspensas a partir da próxima segunda-feira (24), após o registro de surto de Covid-19 e Influenza entre servidores e detentos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).


Conforme a portaria 193 de 20 de janeiro de 2022, até a última quarta-feira (19), 67 servidores e 127 presos foram diagnosticados com Covid em estabelecimentos penais. As taxas de janeiro deste ano já são maiores que as registradas nos meses de novembro e dezembro de 2021, quando 14 servidores e 10 presos estavam com casos ativos.


Além disso, conforme a Sejus, também houve o aumento de contaminação por Influenza, a gripe causada pelo vírus H3N2, nas penitenciárias estaduais.


Haviam 5 servidores e 149 pessoas presas contaminadas com o vírus nos últimos dois meses de 2021. Em janeiro deste ano já são 21 servidores e 185 pessoas presas contaminados pela Influenza.


Entre as penitenciárias que enfrentam os surtos dos vírus, a de Machadinho do Oeste (RO) confirmou que após 30 dias, desde que houve a liberação das visitas, as taxas de contaminação por Covid-19 e Influenza aumentaram. Na quinta-feira (20), mais de 50 presos foram diagnosticados com o coronavírus.


De acordo com a Sejus, o presídio de Machadinho possui 160 reeducandos cumprindo pena — um além da capacidade do local. Diante do surto, a secretaria fez uma testagem em massa dos apenados durante a quinta e sexta-feira.


No primeiro dia de testes, dos 60 exames feitos, 51 deram positivo. Situação que fez a Sejus suspender as visitas sociais e conjugais a partir desta sexta-feira (21), visando evitar o aumento de infectados.


A testagem é feita em todos os internos, e os que testaram positivo ou tiveram contato com contaminados, estão sendo isolados. Além disso, a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 começará a ser aplicada nos detentos a partir de quarta-feira (26). Todos os reeducandos da unidade seguem assintomáticos.


G1



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial