Plantão Policial

Programa Prato Fácil amplia número de restaurantes credenciados em Porto Velho


A partir da próxima segunda-feira (11), das 11h às 15h, o Programa Prato Fácil, do Governo de Rondônia, ofertará em nove restaurantes privados de Porto Velho refeições saudáveis, ao custo de R$ 2, para famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Para ampliar a oferta de refeições por dia, o Executivo Estadual, por meio da Secretaria da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), idealizadora do programa, lançou edital de credenciamento para novos estabelecimentos, inclusive os que já estavam atendendo desde o mês de maio de 2021, uma vez que o contrato se encerrará neste sábado (9). Cinco novos restaurantes aderiram ao Prato Fácil e se somarão a outros quatro já em atividade, ampliando para nove o número de estabelecimentos credenciados na Capital.

O aumento de 1.500 para 3 mil refeições diárias e os novos restaurantes que irão atender às pessoas cadastradas no CadÚnico e constantes na base de dados do sistema desenvolvido pela Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), foram anunciados na manhã desta sexta-feira (8) pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha, e a titular da Seas, Luana Rocha, durante coletiva de imprensa realizada no Palácio Rio Madeira.

“É com muita alegria que anunciamos a expansão do Programa Prato Fácil, executado pelo Governo do Estado através da Seas, e que agora está com nove restaurantes em Porto Velho atendendo às pessoas cadastradas no CadÚnico ao custo de R$ 2, com subsídio do governo por meio de recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). O importante é que essas pessoas estão sendo incluídas, o que nos deixa muito felizes é ir nesses locais e ter uma alimentação de qualidade, digna para muita gente”, disse o governador.

“A partir do sucesso que foi o programa, a Seas viu a necessidade de ampliá-lo, aqui no nosso município de Porto Velho. Hoje, estamos ampliando para nove restaurantes para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. Para ser beneficiário do programa basta estar cadastrada no CadÚnico e assim fazer uma nutrição saudável”, reforçou a secretária Luana Rocha.

Desde o início do atendimento na Capital, em 17 de maio de 2021, o programa ofertou 258.767 refeições, até o dia 1º de abril, nos estabelecimentos credenciados.


Texto: Veronilda Andrade e Larina Rosa
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial