Plantão Policial

Mulher que matou Cantor e queimou o Corpo em Micro - ondas é Condenada


Porto Velho, RO - Um crime hediondo que aconteceu em Porto Velho, em Setembro de 2020 quando o cantor Alysson Cunha, foi brutalmente assassinado com golpes de enxada. Após ser assassinado, seu corpo foi queimado em uma pilha de pneus, prática conhecida no Mundo do Crime como Micro-ondas.

Na época do crime ele tinha 28 anos de idade, e foi morto pela suspeita de entregado um foragido da Justiça, e por isso ele foi morto de maneira cruel. De acordo com as investigações, quatro pessoas são apontadas como suspeitas do crime Bárbaro.

Na ultima semana foram julgadas as Rés Cris Brás Monteiro, e Taise Cristina da Silva. Em breve os outros acusados será julgados.

Os jurados decidiram por maioria dos votos, a condenar Taise Cristina da Silva, a 17 anos de prisão inicialmente fechado, por homicídio qualificado, e ocultação de cadáver.

Mediante um laudo médico, foi comprovado que Cris Brás Monteiro, tem problemas mentais, e por isso foi absolvida impropriamente, mas ficará em uma clínica psiquiátrica por três anos.


De acordo com o TJRO, o Alysson foi morto por conta de uma dívida. No dia do crime ele até a casa  da pessoa a quem devia, onde os acusados se encontravam também, e eles discutiram por causa do débito.

Quando o Alysson foi embora, chegou uma viatura da Polícia Militar, à procura do dono da casa que foi preso, por ser procurado da Justiça. Por isso eles acreditavam que o Alysson tinha denunciado o homem, e planejaram se vingar.

Quando ele retornou ao local para quitar a dívida foi atacado pelos elementos com uma enxada, e mesmo no chão continuou sendo atacado. Quando já estava morto teve o corpo enrolado em uma manta, e queimado em uma pilha de pneus.

“O Ministério Público de Rondônia, considerou que o crime foi praticado por motivo Torpe, por meio cruel, já que a vítima foi submetida a sofrimento intenso. E sem possibilidade de defesa da vítima”.

O Harisson Pinheiro Lobo, se encontra foragido. Qualquer informação sobre o paradeiro dele pode ser através do 197 da Policia Civil, ou 190 da Polícia Militar.

 

Fonte: Rondoniaovivo 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial