Plantão Policial

CASO ROSILENE: Homicídio esclarece e MP Denuncia Policial Federal por Feminicídio

Porto Velho, RO – O Ministério Público de Rondônia, por meio da 37ª Promotoria de Justiça da capital, denunciou junto a 2ª Vara do Tribunal de Júri da Comarca de Porto Velho, o Policial Federal aposentado Raimundo Teles Aguiar pelo assassinato da sua ex-companheira Rosilene Chaves de Oliveira, crime ocorrido na madrugada do dia m04 de agosto de 2021, na residência dele localizada na avenida Calama, bairro Apuniã, região Nordeste da capital Porto Velho (RO).

As investigações duraram praticamente 10 meses, e foram comandadas pela Delegada Leisaloma Carvalho, da 1ª Delegacia Especializada em Repressão a Crimes contra a vida (DERCCV). O material biológico da vítima chegou a ser encaminhado para um laboratório em Minas Geras. O ministério Público constatou quer o denunciado matou Rosilene nas condições previstas na qualificadora do feminicídio; por motivo torpe, haja vista que o acusado via a vítima como seu objeto, havendo inclusive histórico de agressões psicológicas e físicas contra ela, meio cruel, sendo que o acusado impôs a vítima um grande e desnecessário sofrimento, decorrente de espancamento, e ainda a deixou agonizar durante a overdose de cocaína.

E ainda recurso que dificultou a defesa da vítima, eis que além de está sozinha com ele na casa, encontrava-se em crise de overdose de cocaína, portanto não poderia fugir ou tentar qualquer ato para se salvar.

No mesmo documento Ministério Público requereu como medida cautelar, que o denunciado fosse proibido de se aproximar e/ou manter qualquer tipo de contato, com os informantes ou testemunhas. Uma forma também de protege-las e resguardar a instrução processual que se inicia.

Fonte: Rondoniaovivo 

ADMIN3

Noticiar fatos

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial