Plantão Policial

Maria da Penha: Mais de 40 homens foram presos por violência doméstica em Porto Velho

Free public domain CC0 photo.

Porto Velho, RO - De acordo com a DEAM (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher), mais de 40 agressores foram presos por agredirem as companheiras em Porto Velho (RO). Os suspeitos foram enquadrados na lei Maria da Penha devido a violência doméstica. Os dados são de janeiro a agosto deste ano.

Além disso, a DEAM junto ao Sevic (Serviço de Investigação e Captura da Polícia Civil) apreendeu 23 armas de fogo e 621 munições em 2022. Conforme balanço divulgado pela assessoria da Polícia Civil, cerca de 150 medidas cautelares foram cumpridas neste ano.

Ainda de acordo com a DEAM, nos últimos seis meses houve a realização de sete mutirões destinados a ampliar o atendimento de vítimas que realizaram registros de ocorrência.

Com isso, a Polícia Civil concluiu 63% dos processos instaurados neste ano. Por fim, os inquéritos foram enviados ao Ministério Público Estadual.
Índice de resolução de inquéritos em 2021

Em 2021, a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Porto Velho teve aumento de aproximadamente 400% no índice de resolução de inquéritos em comparação a 2020.

Ou seja, a polícia apresentou à Justiça mais de mil infratores em 2021, para serem submetidos ao processo criminal.

Onde denunciar casos de violência doméstica?

De acordo com a Polícia Civil, às vítimas de violência doméstica podem fazer denúncias em qualquer unidade de Polícia, DEFLAG, UNISPs, delegacia virtual e 197.

Além disso, há a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, localizada na Avenida Amazonas, nº 8145, Bairro Escola de Polícia. O telefone para contato é: (69) 8479-8760.

Fonte: Diário da Amazônia


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial