MONSTRO: PF prende líder religioso em Porto Velho com imagens de bebê sendo estuprado

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta segunda-feira (17), a Operação Fallen Angel, para combater crimes relacionados ao abuso sexual de menores, como estupro de vulneráveis, produção, compartilhamento e armazenamento de fotos e vídeos contendo pornografia infanto-juvenil. O alvo é um líder religioso de uma igreja de Porto Velho, que foi preso em flagrante. A PF não revelou qual a igreja.

A investigação, que foi conduzida pelos policiais federais do Núcleo Regional de Repressão aos Crimes Cibernéticos (NRCC) de Rondônia, iniciou-se em março deste ano, após denúncias, de provável armazenamento de materiais com abuso sexual infantil, enviadas por uma organização não governamental americana à Polícia Federal.

Diante dos indícios robustos da prática de crimes sexuais contra menores, a Polícia Federal representou ao juízo competente pelo afastamento do sigilo telemático do investigado, e após o deferimento da medida cautelar procedeu a análise dos dados, produzindo diversas provas dos crimes investigados.

Avançando na apuração dos fatos, o NRCC teve deferido, pela Vara de Proteção à Infância e Juventude da Comarca de Porto Velho, o pedido de prisão preventiva do investigado, bem como os pedidos de busca e apreensão em dois endereços do criminoso, situados na capital rondoniense, que foram cumpridos nesta manhã.

Durante as buscas na residência do líder religioso, foram encontrados diversos vídeos, contendo abuso sexual infanto-juvenil em seu aparelho celular. Um dos vídeos, em que um bebê de menos de um ano é violentamente estuprado, deixou toda a experiente equipe de policiais federais consternada.

O material era adquirido em grupos de aplicativos como Whatsapp e Telegram, e, preliminarmente, foi possível constatar fortes indícios de compartilhamento de vídeos com pornografia infanto-juvenil pelo investigado. Em um dos casos o interlocutor chega a dizer que o suspeito é uma máquina de pornografia.

Além do cumprimento do mandado de prisão preventiva, o investigado foi preso em flagrante pelo armazenamento de conteúdo relacionado ao abuso sexual infanto-juvenil. O aparelho celular do criminoso foi apreendido e será periciado pelo Setor Técnico-Científico da Polícia Federal – SETEC e analisados pelo NRCC/RO.

O criminoso poderá responder por estupro de vulneráveis, produção, compartilhamento e armazenamento de conteúdo relacionado à pornografia infantil, com penas que somadas podem ultrapassar 30 anos de reclusão, e a depender do número de vítimas que sejam identificadas, a pena poderá aumentar significativamente.

O preso, após os trâmites legais, será encaminhado ao presídio em Porto Velho, onde ficará à disposição da Justiça.

O nome da operação, Fallen Angel, significa “Anjo Caído”, que segundo a teologia protestante e católica, é o anjo que acaba se entregando “às trevas e ao pecado” e é expulso do Paraíso.

Fonte: Rondoniagora

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial