Menor mata o padrasto e mãe morre ao tentar separar briga e ter o pescoço cortado


Porto Velho, RO - Edla da Conceição Felix, de 42 anos, e Genilson Santos Pinheiro da Silva, de 48 anos, morreram na manhã de domingo (13), durante uma briga familiar no bairro Colina 2, em Nova Mutum (264 km de Cuiabá). Um adolescente de 17 anos, filho de Edla foi apreendido pela Polícia Militar. Ele matou o padrasto e a mãe dele morreu ao tentar separar a briga e ter o pescoço cortado ao tentar tomar a faca.

A situação foi registrada por volta das 09h40, na residência localizada na Avenida dos Pavões.

Narra o boletim de ocorrência, que o adolescente seria usuário de drogas e estava há pouco mais de um mês morando com a mãe e o padrasto no município.

Testemunhas afirmaram que desde que passou a morar com o casal, tinha constantes briga com o padrasto. Os desentendimentos eram tão constantes que Genilson andava com uma faca na cintura para se defender do rapaz.

Na manhã de domingo, durante uma nova briga, o menor partiu pra cima do padrasto com uma faca. Para tentar evitar que fosse morto, ele também sacou uma faca da cintura e os dois começaram a brigar.

Edla foi intervir e na confusão, quando tentava tirar a faca das mãos de Genilson, na manobra, acabou cortando o próprio pescoço.

Ao ver a mãe ferida, o menor desferiu diversos golpes contra o homem que caiu no chão.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionados e encontraram as vítimas ensanguentadas caídas na frente da residência. O casal foi encaminhado ao Hospital Regional Hilda Strenger Ribeiro, mas não resistiram aos ferimentos.

O adolescente foi apreendido em flagrante em posse das duas facas. Ele foi encaminhado para a delegacia da Polícia Civil, onde prestou esclarecimentos sobre o crime ao delegado de plantão.

Fonte: Planeta Folha

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial