MULHER DE 29 ANOS MORRE DE MENINGITE, DEPOIS DE APENAS TRÊS DIAS DE SINTOMAS

Carla Daniela Padilha da Silva, de 29 anos, morreu vítima de meningite não especificada, no último sábado (12), após ser transferida para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Nova Mutum. A vítima era moradora de Sinop (479 km de Cuiabá).

Conforme o marido de Carla, João Damasceno, os sintomas tiveram início na quinta-feira (10). Na sexta-feira (11), ela procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), passando mal e com febre. Após algumas horas tomando soro, a paciente deixou o hospital para aguardar o resultado dos exames em casa.

No mesmo dia, Carla precisou voltar à unidade de saúde, onde foi internada. Além de disenteria, a jovem estava ainda com o rosto roxo. “Como se estivesse minando sangue de dentro para fora”, relatou o marido dela.

Após piora no quadro, Carla precisou ser transferida para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Nova Mutum. Três dias após o início dos primeiros sintomas, ela não resistiu e faleceu.

Carla deixou o marido e dois filhos.

Casos

De janeiro a setembro de 2022, nove óbitos por meningite foram registrados em Mato Grosso, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A doença meningocócica pode ser causada por bactérias, vírus, fungos e parasitas.

Fonte: Info Rondônia 
 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial