Governo realiza ciclo de oficinas para técnicos da assistência social à melhoria do atendimento em Rondônia

Oficina acontece no Salão Nobre do edifício Pacaás Novos do Palácio Rio Madeira, em Porto Velho

Porto Velho, RO - Com o objetivo de auxiliar o aprimoramento do conhecimento técnico dos profissionais que atuam na execução e gestão da Proteção Social Básica dos municípios rondonienses, o governo Estadual encerra nesta sexta-feira (2), no Salão Nobre Rosilda Shockness, no edifício Pacaás Novos; Palácio Rio Madeira – PRM, em Porto Velho, a 1ª Oficina iniciada na quinta-feira (1°), por meio da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social – Seas, aos técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família – Semasf, Centros de Referência da Assistência Social – Cras, Centro de Convivência, entre outros trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social – Suas da Capital.

De acordo com a coordenadora da Política de Assistência Social da Seas, Fabiane Passarini, estão em pauta durante os dois dias, temas como o trabalho social com famílias, a construção do Plano de Acompanhamento Familiar, preenchimento do Registro Mensal de Atendimento e o Programa “Criança Feliz”.

A proposta da secretária estadual, Luana Rocha, segundo Fabiane, é que a Oficina tenha continuidade em 2023, contemplando os técnicos da assistência social dos outros 51 municípios rondonienses.

A coordenadora explicou que, o trabalho social com famílias consiste no desenvolvimento de intervenções realizadas em serviços continuados com objetivos estabelecidos, que possibilitem à família o acesso a um espaço onde possa refletir sobre sua realidade, construir novos projetos de vida e transformar suas relações, sejam elas familiares ou comunitárias.

PROGRAMAS

Criado pelo governo federal no ano de 2016, o programa “Criança Feliz” é considerado uma importante ferramenta para que famílias com crianças até 6 anos ou grávidas ofereçam condições para o desenvolvimento integral. O programa funciona por meio de visitas domiciliares às famílias inscritas no Cadastro Único, que recebem das equipes orientações importantes com a finalidade de fortalecer os vínculos familiares e comunitários, além de estimular o desenvolvimento infantil.

Em Rondônia, conforme ressaltou Fabiane, o “Criança Feliz” é complementado pelo programa estadual “Crescendo Bem”, que consiste na transferência de renda, atualmente de R$ 100 mensais, para estas famílias. O “Crescendo Bem” foi idealizado pela Seas e aprovado na gestão do governador Marcos Rocha, por meio do projeto de lei encaminhado à Assembleia Legislativa de Rondônia. O programa recebeu primeiro a denominação de Criança Feliz+ e depois foi alterado para Crescendo Bem.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial