O dia 06 de dezembro na história de Porto Velho, Rondônia, Brasil e Mundo


O DIA NA HISTÓRIA 

BOM DIA, 3ª feira, 06 de DEZEMBRO

Por Lúcio Albuquerque WhatsApp 69 99910 8325

COMEMORA-SE

Dia Nacional do Extensionista Rural, Dia do Neuropsicopedagogo, Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Católicos celebram Santa Asela, São Nicolau de Mira

RONDÔNIA

1925 – O prefeito Joaquim Augusto Tanajura inaugura em Porto Velho a Rua D. Pedro II, pela passagem do centenário de nascimento do imperador.

1951 – O expediente no comércio em Porto Velho vai até 16 horas, para que todos possam assistir ao jogo Ferroviário (Local) X América (Manaus).

1995 – O Tribunal Superior Eleitoral cassa o mandato do deputado estadual José Cunha, com base política em Presidente Médici.

BRASIL

1951 – Getúlio Vargas envia ao Congresso o projeto que cria a Petrobras. 

1969 — Morre João Cândido, o almirante negro, líder da Revolta da Chibata, contra os castigos físicos na Marinha (n. 1880). 

Em 1960 — O 1º porta-aviões do Brasi,l o NAeL Minas Gerais é incorporado à Armada Brasileira.

Em 1976 – Morre o 27º presidente do Brasil, João Goulart (n. 1919).

MUNDO

1768 – Publicada a 1ª edição da Enciclopédia Britânica. 

1897 — Londres se torna a 1ª cidade do mundo a ter táxis licenciados. 

2017 — Os EUA reconhecem a cidade de Jerusalém como capital de Israel.


FOTO DO DIA

Distante 200KM de Guajará-Mirim, subindo o Rio Mamoré, o que aumenta mais as horas de viagem, fica a localidade de Surpresa, um dos distritos de Guajará – o outro é Iata, à margem da rodovia “Prefeito Isaac Bennesby”, a BR-425, muito mais conhecido. 

Mas Surpresa é um bom local para se conhecer, comunidade pequena, onde a solidariedade é comum. Uma pesquisa liderada pelo professor Marcos Antônio Zaramella, da escola “São Judas Tadeu”, com ajuda de estudantes e professores locais, pelo depoimento de antigos moradores permitiu se conhecer melhor a história de Surpresa. 

O 1º morador foi Severino Alves Rodrigues, na década de 1920, mas uma tragédia familiar o fez deixar o local e só em 1930 o pernambucano Tancredo Farias de Matos se instalou na localidade a que deu o nome “Surpresa”. (ver mais em https://www.diariodaamazonia.com.br/conheca-a-historia-do-distrito-de-surpresa-em-guajara-mirim/).


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial