Decoração natalina milionária é alvo de polêmica em Cacoal

Atenção Ministério Público: Papai Noel foi superfaturado diz vereador Pichek

Porto Velho, RO – As redes sociais de Cacoal estão em efervescência neste início de ano com os questionamentos públicos feitos pelo presidente da Câmara Municipal, João Paulo Pichek, acerca dos gastos da Prefeitura com a decoração natalina instalada na cidade ao custo de mais de 800 mil reais, conforme planilha de preços que está sendo disponibilizada pelo vereador em grupos de aplicativos de mensagens e à imprensa.

E o detalhamento das despesas causa mesmo espanto. Só para citar alguns pontos, a administração de Adailton Fúria pagou mais de 26 mil reais para a instalação de um painel relativamente simples com os quatro números correspondentes ao ano de 2.023, decorado com iluminação nem um pouco sofisticada.

Também chama atenção a locação de um Papai Noel inflável de sete metros de altura pelo período ao custo de mais de 24 mil em sistema de locação, sendo que produto similar pode ser encontrado facilmente para compra no mercado por menos de seis mil reais, conforme garante o vereador.

A situação se inflama ainda mais em virtude de denúncia de que a empresa que venceu a licitação, a Luda Comércio Serviços Eirele – ME teria, conforme circula nas redes sociais, oferecido uma festança neste início de ano, com participação do prefeito e os vereadores de sua base, acompanhados por familiares, onde não teria faltado luxo e fartura, ao custo de 20 mil reais. Supostas imagens deste regabofe também circulam de forma maciça nas redes sociais.

O caso repercute com em grupos como Cacoal Vegas da Zueira, do Instagram, onde as postagens de Pichek causam controvérsia, inclusive com críticas contra a atitude contestatória da parte dele.

Até agora o prefeito Adailton Fúria ainda não se manifestou publicamente acerca do caso, algo que é esperado que aconteça a qualquer momento.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial