EXTREMA: Moradores denunciam falta de atendimento no hospital local

 “Se o hospital parar teremos que nos deslocar para Porto Velho ou Rio Branco”, dizem



Os moradores do Distrito de Extrema, em Porto Velho, procuraram neste sábado (21) a redação do jornal Rondoniaovivo. O motivo é a falta de atendimentos ambulatoriais e cirurgias que não estão sendo realizados pelo Hospital Regional da localidade.
 
 
A população denuncia também que a situação chegou a tal ponto que médicos estão pedindo exoneração pela falta de apoio por parte da Secretaria Estadual de Saúde, que é a responsável pelo hospital. Segundo eles, desde 2019 que alertam o Estado sobre a precariedade do local e a falta de estrutura para atender a comunidade.
 
 
Eles afirmam ainda que o hospital do distrito tem especialistas de qualidade, comprometidos com a população e que garantem o mínimo de acesso à saúde. Segundo os moradores, isso tem amenizado a carência dos moradores nessa área.
 
 
A população relatou também que os servidores do Hospital de Extrema não tem conseguido dialogar, com a direção da unidade de saúde.
 
 
Sem cirurgias
 
 
“Se o hospital parar teremos que nos deslocar para Porto Velho ou Rio Branco para fazer consultas de nossos filhos. São consultas dermatológicas, ginecológica e outras coisas que poderiam ser resolvidas por aqui”, disseram.
 
 
Outro morador contou que nenhuma pequena cirurgia foi realizada nesse mês de janeiro. Ele se mostrou bastante preocupado pois, além disso, podem ficar sem médico para esse tipo de procedimento.
 
 
“O nosso melhor cirurgião está indo embora e precisamos de alguém por nós. Cadê o novo secretário de saúde?”, questionou.


Fonte: Rondoniaovivo


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial