No mês de janeiro, Sesau reforça os cuidados com a Saúde Mental

Atividades físicas podem ajudar a pessoa ter uma saúde mental de qualidade

Porto Velho, RO - A campanha do Janeiro Branco tem como objetivo sensibilizar e estimular a população sobre o cuidado com sua Saúde Mental. A campanha acontece no início de cada ano, pois é justamente nesse período que as pessoas estão mais propensas a refletir sobre um novo ciclo e a necessidade de mudanças, em suas relações pessoais e na vida como um todo.

Segundo o diretor do Centro de Atenção Psicossocial – Caps, Daniel Amaral, é importante que as pessoas tenham consciência que a mente precisa de cuidados, assim como o corpo. Além de janeiro ser um mês que pode funcionar como gatilho para o aparecimento de determinados transtornos mentais, como crises de ansiedades e de depressão.

“A saúde mental precisa começar desde da concepção da vida, a gestante precisar fazer o pré-natal corretamente e seguir todas as orientações. Assim, após o nascimento e infância, a criança terá um desenvolvimento com uma maior qualidade de vida no futuro em sua vida adulta”, explicou Daniel.

O governador Marcos Rocha enfatiza que é importante saber que a Saúde Mental não é sinônimo de “doença”, “tratamento” ou “cura”, “é o cuidado consigo e com os outros para ter uma vida com qualidade”, afirmou.

PROCEDIMENTOS

Em casos de necessidade, o indivíduo pode procurar ajuda na rede de atenção básica de saúde mais perto da sua residência e ser orientado a buscar um especialista. Em casos mais graves, também podem buscar auxílio no pronto-atendimento ou em um Centro de Atenção Psicossocial – Caps, para iniciar um tratamento com uma equipe multidisciplinar.

Em caso de aparecimento de transtornos mentais, o início para o tratamento deve começar na Atenção Básica de Saúde, quando a pessoa ainda está em formação e conhecendo o mundo e ao longo do amadurecimento. Também realizar outros hábitos podem ajudar uma criança, adulto e idoso a terem uma saúde mental de qualidade, sendo elas: 
  • Cuidados com alimentação;
  • Cuidados com sono;
  • Não ter medo de pedir ajuda;
  • Cultivar bons relacionamentos afetivos;
  • Explorar atividades relaxantes; e
  • Realizar acompanhamento psicológico e médico regular.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial