Núcleo de Operações Aéreas realiza transporte aeromédico em Rondônia

A equipe embarcada contou com Piloto, Copiloto, Médico, Enfermeira e Operador Aerotático.

Porto Velho, RO - O Núcleo de Operações Aéreas – NOA em apoio ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu, vem realizando diversos resgastes por meio do transporte aeromédico no Estado de Rondônia. Localizado na Avenida Amazonas, próximo à Rua José Amador dos Reis, o NOA é uma unidade da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania – Sesdec e atua em todas as modalidades de missões policiais.

Esta equipe é formada por Policiais Civis e Militares de Rondônia que se uniram em um projeto institucional, o qual vem se destacando no Estado. O NOA tem realizado diversas atividades aéreas, incluindo resgate, transporte de órgãos, pacientes, vítimas de acidentes, vítimas de afogamento, além de sua principal missão: o apoio aéreo às operações policiais.

O transporte aeromédico consiste no resgate ou remoção de doentes graves, por meio de aeronaves, em locais onde as ambulâncias tradicionais não conseguem facilmente ou rapidamente realizar o resgate. É considerado um transporte importantíssimo, pois é bastante rápido, o que permite uma assistência quase imediata aos feridos, podendo salvar muitas vidas, em Rondônia.

Confira alguns resgates: bebê indígena no Sul do Amazonas efetuando pouso em Lábrea, grávida em sofrimento fetal de Jaci-Paraná para o Hospital de Base, transporte de órgãos de Cacoal para Porto Velho, para realização de transplante, transporte de vítima de União Bandeirantes a Porto Velho; com corte profundo no pescoço, transporte de vítima de São Carlos para o João Paulo II esfaqueado no pescoço, transporte de vítima de Jaci-Paraná para Porto Velho com problemas cardíacos, transporte de acidentado na BR-364 ao Hospital João Paulo II, Resgate de mulher esfaqueada em União Bandeirantes, Resgate de um trabalhador que caiu de uma construção, próxima ao Pico do Tracoá.

EFETIVO

Com um efetivo de 25 servidores, o NOA é chefiado pelo Delegado Gabriel Sampaio Botelho e conta com os pilotos Evanilso Calixto, Rachid Sallé, Alex Toledo e Leonardo Augusto. Possui ainda, o quadro de Operadores Aerotáticos, Apoio de Solo, Monitoramento e quadro Administrativo.

Segundo o piloto do NOA, delegado Evanilso Calixto, atualmente, a unidade aérea possui três aeronaves que atendem todo o Estado. Das três, o Falcão 02, é o Helicóptero multimissão. Esta aeronave vem realizando diversos atendimentos de ocorrências de alta complexidade, em Rondônia.

Paciente em trabalho de parto

PARCERIA COM SAMU

O NOA realiza o trabalho em parceria com o Samu, de acordo com o diretor do Samu, Raymisson Correa, o objetivo desta integração é resgatar pacientes em estado grave e com rapidez proporcionando o aumento das chances de salvar vidas. Também, atuam nos resgates, os médicos Júnior Beloti, Marcos Berti, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina da região Centro Oeste – SBMA, além de outros médicos e enfermeiros escalados por plantão.

Desde o início, o governador Marcos Rocha tem destinado recursos humanos e financeiros para que o NOA continue crescendo e assim, poder prestar o melhor serviço à população do Estado de Rondônia. “Sempre me preocupei em manter as aeronaves disponíveis à população, seja para combater o crime ou transportar pacientes em estado crítico e que precisam ser transferidos, com urgência”, acrescentou.

“Muitas são as ocorrências atendidas por essa equipe “inovadora.” Dentre as últimas, destaca-se o resgate de um homem que foi picado por uma cobra jararaca na linha Transpurus (Sentido Humaitá). Como o local era de difícil acesso, o que impedia a chegada do Samu, a Polícia Militar acionou o helicóptero do NOA, que resgatou, a tempo, a vítima”, explicou o governador.

TREINAMENTOS

O curso de transporte aeromédico é realizado em Porto Velho e, é voltado especificamente para voar, resgatando pessoas que precisam de um atendimento rápido devido à gravidade. Médicos e enfermeiros podem participar. O curso tem duração de 1 semana (60h), e é realizado de forma gratuita. É desenvolvido através de ação social, em que os participantes ajudam com cesta básica em troca do aprendizado. As cestas são distribuídas para população carente.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Plantão Policial